Desde que comecei minha trajetória no mundo empresarial (e olha que não foi ontem…) já ouço a conversa de que salário não serve como motivador, mas a falta dele, ou as políticas salariais que pretendem “tirar o couro” dos colaboradores pode desmotivar muito.

Afinal, como definir uma margem de salário satisfatória dentro de uma organização? E o que mais é possível fazer para manter os colaboradores motivados?

 

CONTINUE LENDO…