Um dos maiores obstáculos não só para que a excelência ocorra em nossas empresas, mas também para a realização de nossos sonhos é o minimalismo.
Não estou me referindo à série de movimentos artísticos, culturais e científicos que percorreram diversos momentos do século XX e preocuparam-se em fazer uso de poucos elementos fundamentais como base de expressão.

Quando falo em minimalismo refiro-me à predisposição ou hábito mental que muitas pessoas sofrem de se perguntar o tempo todo: qual o mínimo que eu posso fazer? Qual o mínimo que eu posso fazer sem correr o risco de perder o emprego? Qual o mínimo que eu posso fazer para ganhar notas que eu passe de ano na escola? Qual o mínimo que eu posso fazer para me manter em forma? Qual o mínimo que eu posso fazer para garantir meu lugar no céu?

 

CONTINUE LENDO…