Alguns de vocês já sabem o quanto minha vida tem mudado desde que entrei no mundo digital. Trabalhei muitos anos dando palestras e treinamentos para empresas e eu me sentia incomodada com as pessoas que me pediam ajuda, mas eu não tinha como fazer isso se elas não fossem colaboradoras das empresas que me contratavam.
Até que eu 2013 encontrei o Érico Rocha que me apresentou o mundo digital e um novo universo de possibilidades se abriu para mim. Acho que eu nunca contei como isso aconteceu. Eu estava meio cansada de matar um leão por dia, tinha um volume considerável de fluxo de trabalho que tendia a ser menor no inicio do ano até que as coisas decolavam, mas é como se eu não tivesse nenhum controle sobre minha demanda, porque os trabalhos surgiam e eu nunca sabia qual seria meu faturamento do próximo mês, porque as solicitações de trabalho chegavam poucas semanas antes da data em que iam acontecer. Aí eu resolvi ir numa missa, numa terça-feira, porque eu estava precisando conversar com Deus de maneira mais intensa. E eu pedi para que algo mudasse em minha vida. Quando eu olhei meu celular assim que sai da igreja, alguém havia me mandado um sms, de um número desconhecido e a mensagem dizia que às vezes temos que perder o que temos, abrir mão das nossas seguranças, para que outras portas se abram.

 

Fiquei com aquela mensagem na cabeça, cheguei em casa e fui para o computador. Foi aí que achei uma entrevista do Érico Rocha falando do mundo digital, discorrendo sobre coisas das quais eu nunca tinha ouvido falar: lead quente, lead fria, avatar, lançamento, gatilhos mentais, afiliados, e eu fiquei sedenta por saber mais, e mais e mais.

CONTINUE LENDO…