Sua relação com o dinheiro.

Sua relação com o dinheiro.

Hoje o nosso assunto é dinheiro. Esta semana flagrei minha mãe repetindo para minha filha de 14 anos algo que também ouvi muitas vezes durante toda minha infância: dinheiro não traz felicidade. E tive que concordar, pois tenho clareza que uma pessoa infeliz não muda seu estado emocional porque ganhou algum dinheiro; no entanto, a falta de dinheiro também não traz felicidade.
Sempre ouvi dizer que a história de um amor e uma cabana não funciona porque quando a necessidade entra pela porta, o amor sai pela janela. Não vejo mérito na escassez. Para mim o mérito está em conseguir partir de uma história de escassez e transformá-la em abundância, como fez, por exemplo, o seu Francisco, pai de Zezé di Camargo e Luciano, ou tantos outros exemplos que participaram de meu livro Construindo um Futuro de Sucesso.
Acontece que um dos maiores causadores do modelo mental da escassez é a percepção de que o dinheiro é uma maldição e não uma dádiva de Deus. De onde vem essa leitura? De crenças limitantes construídas lá atrás, em nossa infância.

No programa de hoje do Marcia Luz TV você vai ver que o dinheiro não é bom ou ruim. Ele é a materialização de uma forma de poder. E a maneira como você lida com ele é que define quem você é.

 

“Se uma pessoa adquire a atitude correta em relação ao dinheiro, isso ajudará a endireitar quase todas as outras áreas de sua vida.” ― Billy Graham

E minhas perguntas de hoje para você são:
• De que forma você lida com o dinheiro em sua vida?
• Sua mentalidade é da escassez ou da abundância?

Por favor, deixe um comentário abaixo com suas respostas.
Agradeço antecipadamente por você ler, assistir e compartilhar!

Acredito que estamos construindo um espaço rico em aprendizagens para todos nós.

Estarei de volta toda terça-feira com novos episódios do Marcia Luz TV.

Mande suas dúvidas para plenitude@marcialuz.com.br e obtenha suas respostas aqui no programa.

Um forte abraço

Marcia Luz



10 Respostas

  1. Ilana Oliviera

    20|mai|2014 1

    Bom Dia!

    Eu também ouvi histórias como essas. Quanto as perguntas temos que realmente ter um pensamento de prosperidade e não de riqueza. Como tive a oportunidade de ler coisas sobre isso recentemente num curso de formação de facilitadores em educação financeira que elaboramos. Assunto pertinente e necessário. Parabéns, mas eu considero que temos que planejar bem e executar melhor ainda nossas vidas na perspectiva da gestão de finanças pessoais e/ou do dinheiro.

  2. Andrea Ap.

    20|mai|2014 2

    como sempre temas que nos ajudam ainda mais a nos reciclar rsr. Vivi muito essa de dinheiro sujo quando criança kkk

  3. Vivian

    20|mai|2014 3

    Olá Marcia, Obrigada pelo vídeo. Acompanho seu trabalho e gosto muito. Mentalizo abundância na minha vida, e acredito que é dividindo que se ganha mais. Para mim a fórmula da riqueza está ligado ao q fazemos com ele. Desejo que as pessoas q se aproximam de mim tb sejam abundantes, pq é a lei da atração em movimento. abraços!!

  4. Salomão Pamplona

    21|mai|2014 4

    Você disse tudo. O dinheiro é um bem. No livro Conversando com Deus, está dito: “Adore o dinheiro”. Mas quando essas crenças negativas nos foram implantadas, não é fácil supera-las se não as tirarmos lá do inconsciente. A EFT ajuda a limpar.
    Abraços e parabéns.

  5. Adriana

    22|mai|2014 5

    Parabéns Marcia, este é realmente um assunto que está totalmente relacionado com saúde, relacionamentos e felicidades, pois quem não consegue gerir suas finanças pessoais não consegue equilíbrio e harmonia em todos os aspectos da vida. Eu vivo constantemente buscando esta reeducação financeira, e realmente os conceitos aprendidos são para vários aspectos da vida.

  6. missbell fonseca

    24|mai|2014 6

    eu aprendi lida com dinheiro pouco e fazer o possivel para nao ficar sem eli se tenho cem reais sempre gasto so o nessesario cinquenta tive de toma conta da casa aos 14 anos e se uma menina ,responsavel tinha mae doente e 7 irmaos mais novos que eu meu pai se suicidou aos 33anos eu fui a chefe da familia ,mais apredi trabalhar des de dois anos hoje tenho 73anos e e sempre guardei alguns dinheio para nesecides que ouvese , meu pai me pos para trabalha cedo demais ,eu queria trabalar com eli o dinheiro faz falta , mais nimguem preciza pedi e so trabalhar ,e nao gasta tudo que ganha,deve gasta o nessesario,nao compra o que se pode fazer e intrega nas mao de DEUS eli faz milague se voce aceta so o que pode ter.

  7. helena gorziza

    24|mai|2014 7

    Olá Marcia,
    Concordo com os teus pensamentos “dinheiro resolve muitos problemas”principalmente em nosso país em desenvolvimento, temos que ter muito cuidado para não cair em armadilhas e trabalhar de uma forma correta e legal para podermos usufruir deste dinheiro da mesma forma como foi adquirido e com certeza não vamos ter problemas com abundância e prosperidade.
    Me parece que o problema com dinheiro surge quando o dinheiro recebido não é de uma forma honesta e aí sim podemos confundir tudo e atrapalhar toda o nosso sucesso.
    abraços,
    Helena

  8. Vera

    25|mai|2014 8

    Olá Marcia, concordo com o que você diz sobre o dinheiro, mas infelizmente nunca sobra nada do meu salário pra guardar. Devo ter alguma crença que ainda não conseguir enxergar.

  9. jurema ribeiro

    26|mai|2014 9

    Olá Márcia! Acho o dinheiro importante sim, precisamos é saber como lidar com ele e também com as pessoa que o recebem ou o usam para pagamentos. Temos que trabalhar com vontade e honestamente, adquirir nossas coisas e nos orgulharmos disso. Trabalhei muito na minha vida, e sempre ensinei para meus filhos que devemos gastar apenas o que ganhamos. Cuidar do nosso nome. A importãncia dele. Hoje estou aposentada mas nuncative nada que desabonou meu nome. Tudo que adquiri foi com sacrificio mas tenho muito orgulho disso. Penso ser , ainda, a melhor herança que deixamos para eles. Um abraço. Continue nos ajudando..

  10. Luci Ribeiro

    19|jun|2014 10

    No início da minha vida produtiva ou seja logo que sai do estado de dependência financeira de minha mãe, tive muitos problemas relacionados ao mau uso do dinheiro que ganhava e como era muito pouco me via em apuros pra conseguir controlar meus gastos e manter em dia minhas contas. Demorei um tempo e paguei o preço de não praticar o aprendizado que minha mãe me deu… Mas hj, tenho tranquilidade pra dizer que dinheiro não é um ‘problema’ em minha vida aprendi viver dentro da minha realidade e penso que venci pois consegui ensinar meu filho a ter boa relação com este tema.
    Aprendi + coisas sobre o dinheiro com vc Márcia,muito bom!


Deixar uma resposta